Não só informação, opinião!

Brasil garante vitória contra a Croácia

 

008281 (1)

Você se lembra desta data? 30 de outubro de 2007. Foi neste dia, às 12h36 (horário de Brasília), que o presidente da Fifa, Joseph Blatter, fez o tão aguardado discurso abrindo o envelope e anunciando a Copa do Mundo aqui no nosso país. Quase sete anos depois, podemos dizer que é COPA DO MUNDO NO BRASIL!

Desde anúncio em 2007 até a abertura em 12 de junho de 2014 o Brasil mudou. Ou melhor, começou a transformar. Lembro-me que durante ao tão esperado anúncio muita festa se fez e nesta quinta-feira durante a abertura da Copa, não foi diferente. Afinal, somos o país do futebol. Mas desde 2007 podemos dizer que evoluímos, ficamos mais atentos aos desmandos do governo, de certa forma, aprendemos a buscar nossos direitos, estamos aos poucos nos fazendo ouvir. Talvez os tão prometidos legados materiais não sejam tão visíveis, mas é Copa do Mundo no Brasil e o brasileiro vai levar consigo um aprendizado cívico. Desta forma, vamos aproveitar os jogos, aproveitar as oportunidades comerciais, curtir com a família e registrar em nossa memória estes momentos que deverão ficar guardados nos livros da vida. Principalmente àqueles que são amantes das quatro linhas.

1º JOGO: Os primeiros 20 minutos de Copa do Mundo foram da Croácia. Duas chances criadas, um gol, e o Brasil sem conseguir criar uma chance sequer. Daniel Alves e Marcelo, principalmente após o gol contra que marcou aos 10 minutos, estavam nervosos. Olic, Modric e Rakitic aproveitaram. E a Croácia deu a impressão de que uma zebra na abertura poderia ocorrer.

O Brasil mudou o panorama do jogo, principalmente, pelos pés de Oscar, com bons passes, e Neymar, em jogadas individuais – foram elas que deram ao Brasil o empate, no primeiro tempo, em lindo chute rasteiro do atacante, de canhota, de fora da área. E no segundo tempo, quando ele cobrou o pênalti da virada. A Croácia ainda tentou pressionar, mas sem resultado. Nos acréscimos, quando o jogo já parecia definido, Oscar, com chute de bico, selou a vitória.

Oscar foi muito bem. Não lembrou em nada o esmorecido jogador no amistoso contra a Sérvia. Por ele passou a bola nos principais lances da seleção – inclusive no gol de empate do Brasil, marcado pelo camisa 10. Que se livrava da defesa croata para que os companheiros aparecessem livres no ataque. E que não sentiu a suposta pressão de, aos 22 anos, liderar o país a quebrar a “mística” dos 64 anos sem título mundial no Brasil. Se dizem que a estreia “é sempre complicada”, Neymar provou que, individualmente, não sentiu nada. A prova? O pênalti para a virada.

Ficha técnica do Jogo!
 

BRASIL 3 X 1 CROÁCIA

Data: 12 de junho de 2014
Horário: 17h00 (de Brasília)
Local: Itaquerão, em São Paulo (SP)
Árbitro: Yushi Nishimura (JAP)
Assistentes: Toru Sagara e Toshiyuki Nagi (JAP)
Cartões amarelos: Neymar, aos 25 min. do 1°t, e Luiz gustavo, aos 45 min. do 2°t (Brasil); Corluka, aos 19 min. do 2°t, e Lovren, aos 28 min. do 2°t (Croácia)
Gols: Marcelo (contra), aos 10 min. do 1°t (Croácia); Neymar, aos 28 min. do 1°t e aos 25 min. do 2°t, e Oscar, aos 45 min. do 2°t (Brasil)
Público: 62.103 pessoas

BRASIL: Júlio César; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho (Hernanes, aos 17 min. do 2°t) e Oscar; Neymar (Ramires, aos 43 min. do 2°t), Hulk (Bernard, aos 23 min. do 2°t) e Fred
Técnico: Luiz Felipe Scolari

CROÁCIA: Pletikosa; Srna, Corluka, Lovren e Vrsaljko; Perisic, Kovavic (Brozovic, aos 15 min. do 2°t) , Rakitic e Modric; Olic e Jelavic (Rebic, aos33 min. do 2°t)
Técnico: Niko Kovac

Post construído com informações do site UOL (conteúdo original disponível aqui)

Desenvolvido por Ative Comunicação Estratégica