Não só informação, opinião!

Brasil vence a Colômbia e enfrenta a Alemanha na semifinal; Neymar sofre uma fratura na vértebra e fica fora da Copa

 

008281

A Seleção Brasileira venceu a Colômbia por 2 a 1 na Arena Castelão (Fortaleza/CE) e passou merecidamente às semifinais da Copa do Mundo 2014. Thiago Silva e David Luiz, que formam um das melhores zagas do mundo, foram os autores dos gols. O primeiro, em lance de oportunismo do capitão; o segundo, em cobrança de falta com efeito de David Luiz, perfeita, fazendo o torcedor que lotou o Castelão vibrar empolgado. James Rodrigues, de pênalti, descontou para a Colômbia, que se mostrou um adversário valoroso. O adversário agora é a Alemanha, em jogo que será disputado no próximo dia 08/07/14, às 17h. O vencedor se classifica para a grande final.

Neymar deixa a Copa do Mundo. Ao levar joelhada de Zuñiga, aos 40 minutos do segundo tempo contra a Colômbia, pelas quartas de final, o nosso craque Neymar foi confirmado fora do mundial. Assim que saiu do jogo, Neymar foi levado para um hospital, onde passou por exames. Em seguida um dos médicos da Seleção deu a triste notícia.

Neymar deixa a Copa do Mundo, ao invés de uma imagem do jogador caído em campo, preferimos ilustrar a notícia com uma bela jogada do nosso craque.

Neymar deixa a Copa do Mundo, ao invés de uma imagem do jogador caído em campo, preferimos ilustrar a notícia com uma bela jogada do nosso craque.

“É uma fratura benigna, não é fácil essa notícia, mas é que ele não vai estar a disposição nesta Copa. O exame de tomografia que foi feito mostrou fratura no processo transverso no nível da terceira vértebra. Não precisa de tratamento cirúrgico, mas precisa de imobilização para controle da dor e não vai ter condição de jogar. Uma semana não vai ser suficiente. Mas a consolidação da lesão costuma ser boa. São semanas com a cinta para passar a dor”, disse Rodrigo Lasmar.

Fases do jogo. O Brasil entrou pressionando a Colômbia no campo de defesa rival, lembrando a postura apresentada na última quartas de final disputada pela seleção – contra a Holanda, em 2010. A mesma velocidade na saída de jogo – principalmente com Fernandinho, destaque do meio campo – e ótima postura defensiva, tanto com David Luiz como com Thiago Silva, que souberam ajudar Maicon na direita , o lateral que substituiu Daniel Alves. O resultado foi o gol de Thiago Silva, logo aos 6 minutos, aproveitando bola que passou por toda a defesa colombiana em escanteio cobrado por Neymar.

Só que, diferentemente de 2010, o Brasil não esmoreceu na segunda etapa. O ritmo, é claro, foi diminuído. Mas não com desespero ou erros, e sim com cadência. A Colômbia não conseguiu fazer a bola chegar em James Rodriguez e Cuadrado, no meio, muito menos a seus atacantes. E assim o Brasil aproveitou que os colombianos optavam por matar os ataques rivais com faltas para aumentar o placar assim: David Luiz cobrou colocado, no ângulo esquerdo de Ospina, que tocou na bola, mas sem força para afastá-la.

Claro, não faltou drama: Bacca saiu na cara de Júlio César aos 31 minutos de jogo e foi derrubado. James Rodríguez cobrou o pênalti muito bem, rasteiro, e diminuiu. Foi a deixa para que a Colômbia pressionasse. E para que a zaga brasileira se destacasse atrás como fez na frente. A bola não mais tocou as redes e o Brasil está entre os quatro melhores do mundo.

O texto ‘fases do jogo’ foi extraído do portal UOL, originalmente aqui.

Desenvolvido por Ative Comunicação Estratégica